Páginas

23 de mar de 2010

minha próxima encarnação

Na próxima encarnação eu serei...

Uma mulherzinha retardada que acredita em príncipe encantado e todas estas babozeiras de perfeições inatingíveis que os contos de fada colocam nas cabecinhas por aí... E me decepcionarei ao encontrar pessoas reais cheias de defeitos como eu...

Uma mulherzinha que passa meses enrolando o cara pra ter a primeira transa e depois ainda fica cheia de ‘não-me-toques’... A típica ‘mulher-pra-casar’ que eles deixam em casa e saem pra se divertir com as outras...

Uma mulherzinha com jeito de santinha, perfeita pra apresentar pra mãe, mas que trai seu parceiro escondido... Aquela que trata bem todos os amigos, concorda com tudo que ele diz, não reclama das coisas que incomodam... mas tem um amante para satisfazê-la ou só trai mesmo, sem dor na consciência...

Uma mulherzinha que se importa mais com a aparência do que com o cérebro... Passa o dia na academia, salão de beleza, clínica de estética... E não sabe discutir nada além do que passa na novela da Globo ou no BBB...

Uma mulherzinha que gosta de ter DRs com namorados, amigos, irmãos, pais... E que quando não tem motivo pra DR, inventa um motivo inexistente já que não vive bem sem ter problemas...

Uma mulherzinha que não bebe, não fuma, não sai... e reclama quando o cara quer fazer alguma destas coisas...

Uma mulherzinha que fica deprimida em casa se achando um lixo porque o cara não ligou no dia seguinte... daquelas bem inseguras que não confiam no próprio taco e podem ser a Angelina Jolie com o Brad Pitt ao lado, mas estão sempre infelizes...

Uma mulherzinha que não fala o que pensa, nem demonstra o que é ou sente, pra não desagradar ninguém... Afinal, é melhor fingir ser o que não sou do que correr o risco de não ser aceita pelo que sou...

Uma mulherzinha invejosa que não agüenta ver a felicidade alheia... daquelas que é só ver alguma amiga feliz que vai logo se metendo, dando conselhos errados, inventando historinhas...

Uma mulherzinha que prefere ser sustentada pela mãe, pai, marido... que acha o máximo não fazer nada e ter tudo e ainda critica os outros achando que o certo é ser uma parasita...

Uma mulherzinha que tem como finalidade última de vida casar, ter filhos e constituir família, aceitando o que vier pra realizar este sonho de ser mãe-esposa-donadecasa... Fechando os olhos pra traições, maus-tratos e desrespeitos em troca de segurança...

Uma árdua defensora da moral e dos bons costumes, daquelas bem hipócritas... perpetuando o machismo, criticando e apedrejando as mulheres independentes do mundo que trabalham, estudam e vivem como querem sem se importar com a opinião alheia...

...

NOT.

NOT. NOT. NOT. NOT. NOT. NOT. NOT. NOT.