Páginas

6 de mai de 2011

palmas pro STF!

Dia 5 de maio vai entrar para a história! Neste dia, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união civil entre homossexuais, assegurando a esses casais os mesmos direitos dos casais heterossexuais. A decisão dá aos casais homossexuais os mesmos direitos patrimoniais dos heterossexuais, como direito à herança, pensão por morte ou separação, declaração compartilhada do Imposto de Renda (IR), adotar crianças e adolescentes, entre outros. Com isso, os cerca de 20 milhões de LGBT do país passam a ter suas relações amorosas regidas e protegidas por lei.



Minha opinião? Nada mais justo! Nossa Constituição não tem, entre seus princípios fundamentais, a dignidade da pessoa humana, o direito à liberdade, à igualdade e o veto ao preconceito? Se o STF tivesse tomado qualquer decisão diferente da que tomou, estaria indo contra a Carta Fundamental da qual é guardião.

O que muda na minha vida com essa decisão? Absolutamente nada, continuo tendo os mesmos direitos que sempre tive e que só foram reconhecidos aos meus queridos amigos homossexuais agora. Daí me pergunto: por que tanta gente preconceituosa, incluídos aí CNBB e outras associações religiosas, ficou indignada, latindo absurdos, amaldiçoando o Supremo, os gays e os simpatizantes da causa? O que muda na vida dessa gente preconceituosa? Não continuam tendo os mesmos direitos que sempre tiveram?

Essa decisão do Supremo foi um avanço e bato palmas para o nosso Judiciário enquanto tenho vergonha alheia do nosso Legislativo, afinal, há anos existe um projeto em discussão no Congresso. Porém, uma coisa não muda: o preconceito continua sim arraigado em nossa sociedade, nas mentes pequenas das pessoas que não vêm todos os seres humanos como iguais e merecedores dos mesmos direitos.

As reações contrárias e os discursos raivosos pós decisão do STF demonstram que ainda há um longo caminho a percorrer para que de fato sejamos todos irmãos. Uso a palavra irmãos aqui propositadamente, pois a mim é contraditório e inconcebível uma CNBB da vida e gente que se diz cristã ficar indignada com o passo histórico que demos hoje... Vocês não seguem os ensinamentos de Cristo não? Ou só os seguem da boca pra fora? Cristo não afirmou que somos todos irmãos, não pregou o amor e não nos disse “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”?



***A decisão está sendo notícia lá fora também! Exemplo AQUI.***