Páginas

1 de set de 2011

idade das trevas

“O ser humano é capaz de tudo, até de uma boa ação; não é, porém, capaz de imparcialidade”.
Nelson Rodrigues em Flor de Obsessão

Apesar de excelente dramaturgo, Nelson Rodrigues era um machista em caps lock como tantos outros que existem por aí. Os ataques que Leticia Fernandez vem sofrendo, desde que seu blog tornou-se conhecido, provam que o dramaturgo carioca estava certo: somos incapazes de manter a imparcialidade. Completo: principalmente diante de algo que nos ofende.

Por que a blogueira é uma ofensa tão grande e vem despertando tantas reações contrárias à sua existência? Oras, ela ofende as bases patriarcais de nossa sociedade. Para o machismo reinante, é inadmissível que uma mulher goste de sexo, assuma isso e viva livremente sua sexualidade. Pior: ela fala sobre sexo, sem vergonhas, sem pudores, sem tabus. É, portanto, uma ameaça, pois pode estimular outras mulheres a buscar sua plenitude sexual, livres de amarras e convenções sociais. E a liberdade feminina ofende.

Homens e mulheres, ofendidos pela liberdade alheia, voltam, então, à época da inquisição e jogam a bruxa na fogueira, afinal idéias perigosas não devem ser disseminadas por aí. Direcionam sua ira (e suas frustrações?) para uma mulher que está apenas vivendo sua vida como acha melhor. O cérebro de ostra dos defensores da moral e dos bons costumes não consegue fazer qualquer conexão neural na qual não estejam presentes as palavras hipocrisia, mediocridade e preconceito.

Admito: também sou incapaz de manter a imparcialidade diante de atos que representam ofensas a mim. Atirar pedras na Maria Madalena do momento, ignorando que sobre a original foi dito “atire a primeira pedra quem não tem pecados”, é crucificar todas nós. O pior nem são os machos ridículos dizendo até mesmo que esperam que Leticia morra de AIDS... são as várias fêmeas fazendo o mesmo.

Pergunta pra mulherada que a condena: vocês têm o que no lugar onde deveria haver massa encefálica? Ervilha? Peloamor! Um ataque à liberdade de uma mulher é um ataque à liberdade de todas! A não ser que eu esteja completamente equivocada e louca, até onde sei todas nós vivemos no mesmo mundo machista... Todas nós estamos sujeitas a sermos julgadas e apedrejadas por alguma atitude que desagrade ou bata de frente com o conservadorismo hipócrita medíocre preconceituoso. Suas filhas estão sujeitas a isso!

O absurdo acaba aí? Não... a vida é muito mais surreal que a ficção... Não bastasse ter sido chamada de “nova Bruna Surfistinha” e alçada ao patamar de prostituta, a blogueira deu entrevista imaginária a uma rádio (ou concedeu a entrevista durante um ataque de sonambulismo, será?). Após a farsa (era uma pessoa qualquer se passando por Leticia) tornar-se pública, a declaração da tal rádio a respeito foi, no mínimo, risível. Entraram em contato com alguma rádio do nordeste pra conseguir falar com ela e a pessoa que deu a entrevista se passou por ela sem que tivessem conhecimento? Oi? Devo acreditar em coelhinho da páscoa e papai Noel, é isso? Sensacionalismo, assim como a covardia humana, não tem limites mesmo...

Já previa que ela seria muito ofendida e atacada... mas o que aconteceu conseguiu ultrapassar qualquer limite de civilidade e respeito ao próximo. Me surpreendi? Não. Porém, lamento que ainda estejamos na Idade Média.



Dois ótimos textos sobre o ocorrido AQUI e AQUI.