Páginas

22 de mai de 2014

coincidências

Coincidência é um termo utilizado para se referir a eventos com alguma semelhança, mas sem relação de causa e efeito. Nelson Rodrigues dizia que “Deus está nas coincidências”... Bom, às vezes, pode ser só o diabo mesmo (isso se acreditar-se que essas entidades existem...). Em um mundo ideal, coincidências seriam só coincidências, mero acaso. No mundo real...

De 1º de março a 19 de maio, aconteceram muitos conflitos e mudanças na minha vida e na vida de pessoas próximas. Coincidentemente, Marte estava retrógrado (reflitam!).

Meu gato e as formigas compartilham a mesma preferência vegetariana e atacam sempre a mesma planta. Coincidentemente, dentre as várias plantas que tenho em casa, a preferida deles é a única que eu não gostaria que fosse atacada.

Se brigas e desentendimentos entre X e Y só acontecem ou pioram sempre que Z se aproxima muito de um dos pólos (ou dos 2)... E se, ao haver uma briga grande entre Y e Z, coincidentemente Z coloca a culpa em X ou Y...

Se você acertar 10 vezes e errar uma, coincidentemente é dessa uma que todos se lembrarão e é por ela que te definirão.

Geralmente, quem mais julga os outros é quem menos ajuda e, coincidentemente, quem bota mais lenha na fogueira (esperando o circo pegar fogo?).

Quem pede conselhos costuma ignorá-los e, coincidentemente, se pedir sua opinião sobre alguma coisa, pedindo sinceridade, se afastará ou ficará indignado caso você seja de fato sincero.

Até hoje, o ex-chefe que mais se esforçou para desqualificar meu trabalho (e de outras pessoas!), coincidentemente é aquele que praticava assédio moral com seus funcionários e, se fossem mulheres, também assédio sexual.

Mortos vivos costumam aparecer para perturbar a vida alheia, coincidentemente, quando os outros nem se lembram mais deles e/ou estão envolvidos emocionalmente com alguém.

Sempre que alguém escrever, falar ou fizer alguma digressão sobre o ser humano, coincidentemente haverá alguém que se sentirá ofendido, tomará como indireta e vestirá a carapuça.

Este blog saiu da hibernação, coincidentemente, junto com a chegada do luto.

Coincidências? Acho que não.