Páginas

quem sou


“I don't want to be at the mercy of my emotions. I want to use them, to enjoy them, and to dominate them.” ― Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray


Romântica? Sincera? Sonhadora? Calma? Alegre? Brilho no olhar? Acredita no amor, na amizade e na vida? Crítica? Racional? Omissa? Sarcástica? Mal humorada? Impulsiva? Independente? Personalidade forte? Questionadora? Emotiva? Descrente do ser humano? Tudo isso e nada disso. Viciada em cafeína e chocolate. Amante das artes, especialmente música e dança.

Tentar me classificar em algum estereótipo é uma perda de tempo. As variáveis são muitas. As peças do quebra-cabeças são indefinidas – e nem sempre encaixam-se ou formam uma imagem correta da realidade. Por sinal, não acredito na existência de uma única realidade – a vivência de cada pessoa é diferente, única. É uma estupidez que se tente, tanto, enquadrar todos no mesmo molde, na mesma fôrma.



“When one is in love, one always begins by deceiving one's self, and one always ends by deceiving others. That is what the world calls a romance.” ― Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray



crédito das fotos: François Photography 




“Some things are more precious because they don't last long.” ― Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray





“All art is at once surface and symbol. Those who go beneath the surface do so at their peril.” ― Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray


Um conselho? Não queira me conhecer. A imagem que cada um forma sobre os outros diz mais sobre quem formou a imagem, do que sobre os outros (distorcendo as palavras de Freud... ou fazendo uma releitura delas...).

Não sou. Estou. Posso voltar a ser ou não. E, talvez, jamais tenha sido.



“What of Art?
-It is a malady.
--Love?
-An Illusion.
--Religion?
-The fashionable substitute for Belief.
--You are a sceptic.
-Never! Scepticism is the beginning of Faith.
--What are you?
-To define is to limit.”

― Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray







>Para quem lê em inglês, deixo link com pdf do livro The Picture of Dorian Gray - se não leu ainda, leia: uma das obras-primas da literatura mundial. Para ler e reler...